domingo, 22 de setembro de 2013

Dante Alighieri - vida e obra

Dante Alighieri
1265 - Em Florença, provavelmente em 29 de maio, nasce Dante Alighieri.
1274 - Vê Beatriz Portinari em uma festa e por ela se apaixona.
1283 - Morre o pai de Dante.
1285 - Casa-se com Gemma di Manetto Donati.
1287 - Beatriz casa-se com o banqueiro Simone dei Bardi.
1289 - Dante luta com o exército guelfo de Florença na batalha de Campaldino.
1290 - Morre Beatriz, aos 24 anos.
1293 - Escreve A Vida Nova.
1295 - Passa a dedicar-se ativamente à política.
1300 - É eleito um dos seis priores do Conselho de Florença, pelo partido dos guelfos.
1302 - É exilado de Florença quando a facção dos negros toma o poder.
1306-1309 - Durante esse período escreve O Banquete, De Vulgari Eloquentia De Monarchia e O Convívio.
1307 - Começa a escrever A Divina Comédia.
1316 - Recusa o perdão do exílio.
1317 - Muda-se para Ravena, onde escreve Quaestio de Aqua et Terra.
1321 - Conclui A Divina Comédia. Ao retornar de uma viagem a Veneza, morre em 14 de setembro, com 56 anos.

Em plena idade de ouro do mundo medieval, a Florença do século XIII é um rico centro cultural, a mais importante cidade da Itália central, com sua prosperidade baseada na manufatura de tecidos, no comércio de cereais e nos negócios financeiros.
 Em meados desse século a cunhagem do florim de ouro constitui-se numa etapa decisiva da hist´ria econômica européia. Casas bancárias já indicam a importância do intercâmbio realizado, e uma burguesia comercial começa a predominar. É uma época de mudanças e definições, de renovação e também de conflitos internos.
O poder na Itália divide-se entre o papa e o Sagrado Império Romano. As cidades são centros independentes, e as facções políticas, que representam os interesses das famílias, frequentemente se enfrentam em disputas sangrentas. Em Florença a aristocracia se divide entre guelfos e guibelinos, representantes, respectivamente, da baixa nobreza e do clero e da alta nobreza e do poder imperial.
Essa Florença é o berço de Dante Alighieri, que nasce me maio de 1265, descendente de uma família de baixa nobreza guelfa. À época, a cidade é dirigida pelos guibelinos.
Órfão de mãe ainda criança, com apenas nove anos Dante apaixona-se pela menina Beatriz, da mesma idade. Nessa época os casamentos são motivados por alianças políticas entre as famílias. Aos doze anos já está prometido em casamento a uma moça da família Donati.
Em 1283, aos dezoito anos, perde o pai. Nesse mesmo ano reencontra Beatriz, após nove anos sem vê-la. O amor platônico que nutre por Beatriz o domina. Mas ela, assim como ele, também já está prometida em casamento. De fato, em 1285 Dante se casa com Gemma di Manetto Donati, com qeum teria quatro filhos: Jacopo, Pietro, Giovanni e Antonia. Esta sua filha se tornaria freira e assumiria o nome Beatriz.
Em 1287, com 22 anos, Beatriz casa-se com o banqueiro Simone dei Bardi. A forma como Dante encara o amor por sua musa, entretanto, não se altera. Para ele Beatriz continua sendo a dama por quem estaria apaixonado até o fim de seus dias.
Em 1289 Dante ingressa no exército e toma parte na batalha de Campaldino, na qual os guelfos vencem os guibelinos de Pisa e Arezzo e recuperam o poder sobre a cidade de Florença.
Em 1290, aos 24 anos, Beatriz morre prematuramente, deixando Dante inconsolável. Do período imediato à morte de Beatriz, pouco se sabe além de que teria se entregado a uma vida dissoluta. Depois de uma mudança radical, passa a dedicar-se á filosofia e à literatura, e o amor latônico por sua musa é expresso em A Vida Nova. Escrito por volta de 1293, é uma coleção de sonetos e canções dedicados a Beatriz, complementados por um commentário em prosa que elucida o leitor sobre as circunstâncias em que os poemas foram escritos e o estado da alma do poeta. Essa obra revela a influência da poesia dos trovadores que floresceu no sul da França durante os séculos XII e XIII.
Discípulo de Brunetto Latini, consagrado escritor florentino que influencia fortemente sua obra, a juventude de Dante é marcada pela amizade com destacados poetas, como Guido Cavalcanti, o que lhe possibilita ingressar numa camada da sociedade inacessível a sua pequena nobreza guelfa.
Os interesse de Dante, contudo, não se restringem à literatura. Em 1295, aos trinta anos, passa a tomar parte na política florentina, sempre cheia de paixão, à beira da guerra civil. Encarrega-se de missões diplomáticas importantes e contribui para exaltar as paixões facciosas que agitam Florença.
Em 1300 é eleito membro do Colégio dos Priores. Porém, com a entrada em Florneça de Charles de Valois, que fora enviado pelo papa para pacificar as dissensões entre as duas facções guelfas adversárias - os negros e os brancos -, o partido dos negros triunfa e toma o poder. Dante pertence ao partido dos brancos. Derrotado, acusado de corrupção, improbidade administrativa e oposição ao papa, em 1302 o poeta é obrigado a seguir para o exílio, sob pena de ser condenado à morte caso retorne a Florença.
Entregue a uma vida errante por Forlì, Veneza, Bolonha, Pádua e Lucca, e perseguindo seu itinerário filosófico e poético, entre 1306 e 1309 Dante compõe um tratado filosófico, O Banquete, uma obra inacabada composta de três odes; um ensaio linguístico, De Vulgari Eloquentia, em que defende a língua italiana; e um tratado político, De Monarchia, no qual prega a autonomia do poder temporal em relação ao poder espiritual. Inicia também O Convívio, obra projetada para quinze volumes sobre a importância da cultura, mas da qual escreveu apenas três. Nessa obra o autor exibe erudição enciclopédica, dominando todo o saber de sua época.
A partir de 1315 fixa-se em Verona por dois anos. Em 1316 recebe o perdão do exílio e é convidado pelo governo a retornar a Florença, mas as condições impostas são por demais humilhantes e vexatórias, assemelham-se àquelas reservadas aos criminosos, e Dante rejeita o convite. Em represália a sua negativa, recebe nova condenação, dessa vez extensiva aos filhos.
Em1317 parte de Verona para Ravena, e aí escreve Quaestio de Aqua et Terra, versão pouco alongada de aula ministrada pelo poeta sobre a então apaixonante questão de não poder a água, em lugar algum, superar, em altura, a terra imensa.
As experiências do poeta, entretanto, alimentam sobretudo a inspiração de A Divina Comédia. Obra em forma de poema épico, sem ser tecnicamente uma epopéia, foi escrita entre 1307 e 1321, e nela Dante relata seu desenvolvimento espiritual e concentra a atenção do leitor sobre a vida depois da morte. Composto de numerosos episódios, vistos e testemunhados por Dante durante uma imaginária migração pelos três reinos do outro mundo, a obra transfigura no plano poético não apenas a própria vida do autor mas a de toda a literatura ocidental.
A Divina Comédia seria posteriormente considerada pelos críticos uma das melhores obras da literatura mundial, não apenas por sua poesia magnífica mas também por sua sabedoria e erudição, uma "síntese do pensamento medieval".
Dante se tornaria um grande pensador, poeta, político e um dos escritores mais eruditos de todos os tempos, influenciando autores importantes do século XIX, entre ele lorde Byron e Victor Hugo.
Em se tratando de Dante, passados quase sete séculos de sua obra principal, não se conhece outra que tão bem tenha decantado o amor platônico nem que tenha provocado tamanha paixão e tanta polêmica.
Em 1321, logo após regressar a Ravena de uma viagem a Veneza, aonde fora enviado como embaixador pelo príncipe Guido Novello da Polenta, Dante adoece e morre em 14 de setembro, aos 56 anos. Junto a seu leito de morte encontram-se sua filha Antonia - a freira Beatriz -, seu médico e o príncipe Guido. É sepultado na Igreja de São Francisco. As honrarias que lhe ficara devendo a cidade de Florença lhe são prestadas ainda hoje por toda a humanidade.

Fonte: coleção obras-primas - grandes autores - vida e obra.

2 comentários:

  1. Excelente matéria! Gostei muito de sua explanação sobre o insuperável gênio Dante...

    ResponderExcluir
  2. Prezados,

    Gostaria de aproveitar o espaço para divulgar o livro "A Psicologia no Inferno de Dante". Editei o Volume 1 e estou escrevendo o Volume 2. Quem tiver interesse, favor enviar e-mail para "caesimoes@hotmail.com" para maiores detalhes.

    Grato.

    Carlos Eduardo.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails